A eterna luta das gravadoras

O site Consultor Jurídico publicou matéria contando das intenções das grandes gravadoras em comprar umas as outras.

Segundo o jornal The New York Times, a gravadora inglesa EMI aumentou sua oferta pela aquisição da Warner para … US$ 4,6 bilhões.A Warner reagiu e ofereceu os mesmos R$ 4,6 bilhões pela rival britânica…

Parece piada! Esses números exorbitantes, na minha opinião, ao invés de mostrar que os negócios vão de vento em popa, mostram o tamanho do tombo que alguém está prestes a tomar. É até possível que ninguém tenha cacife pra bancar essa fusão entre as gravadoras.

Analistas consultados disseram que, se continuar a “guerra de preços”, os valores podem ficar tão altos que a nova empresa já começaria a operar imobilizada por alta dívida…

Talvez seja tudo blefe com segundas intenções, já que como resultado desse burburinho as ações de ambas as empresas subiram 10% em Wall Street.

Essa outra matéria, publicada no magnet, também mostram os números (não tão) astronômicos com que essas empresas estão acostumadas. Nesse caso a Virgin Francesa vendeu uma música da Madonna em seu site sem ter a permissão da Warner, detentora dos direitos.

Esse é o primeiro caso que eu vi de uma gravadora roubar a outra para colocar uma música na internet. E o mais engraçado foi a argumentação da Virgin, que disse que “quebrou o acordo de exclusividade pelo interesse dos consumidores”.

O fato é que elas estão patinando para se adaptar a realidade das novas tecnologias, internet, troca de arquivos P2P, e etc. E muito provavelmente o novo modelo de negócio que está emergindo não comporta cifras tão altas concentradas nas mão de tão poucas pessoas. Ainda mais nas mão de pessoas que não tocam nenhum instrumento!

Ao invés de tentarem se adequar, as gravadoras ainda tentam fechar cada vez mais o cerco, em uma verdadeira guerra, com algumas manobras ridículas, como esta, que quer taxar a venda de CDs virgens.

Outra iniciativa mais preocupante está acontecendo agora na França. O parlamento aprovou lei que regula os Downloads através da internet. Mas sobre essa vou consultar meus amigos advogados e volto a falar.

Leo,,

Anúncios
A eterna luta das gravadoras

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s