Blogosfera Santarena

Ontem participei do I Encontro da Blogosfera Santarena que acontece dentro do FASOL, aqui em Santarem.

Apareceu muita gente interessante e diferente. Jeso Carneiro, que mantém talvez o principal blog de notícias e opinião da região, compartilhou sua experiência em migrar do jornalismo tradicional para a internet. Dayan Sarique, contou como seu blog incomodou muita gente na região de Itaituba. Mônica, de Belterra, contou um pouco sobre seus blogs, entre muitas outras pessoas interessantes.

Fabinho, do Projeto Saúde & Alegria, contou um pouco da experiência do blog da Rede Mocoronga de Comunicação. (rede de blogs que ajudei a construir). Alguns jovens indígenas da tribo Way-way também estavam presentes e falaram de seus blogs, como o blog do Assistehyo.

Outro que também falou um pouco sobre a experiência de ser blogueiro profissional foi o Daniel Nunes, do informatizado.com.br, entusiasta WordPress que já colaborou com a comunidade WordPress brasileira. Muito bom encontrar essas figuras pessoalmente.

Além do pessoal daqui, também vieram: Pedro Jatobá, do iTeia, Thiago Novaes, do descentro, e eu. Em mais de duas horas de encontro muita coisa foi falada e muitas propostas foram feitas, inclusive a da criação de um blog agregador dos blogs da região e do início do desenvolvimento de uma metodologia para se trabalhar com blogs nas escolas, não só com a parte de conteúdo mas também ensinando programação.

Quando morei aqui, em 2007, montei com Jader Gama uma oficina chamada “Como programar sem saber programar”, que propunha um jeito diferente de aprender programação com uma metodologia orientada a experimentação, a tentativa e erro e a modificação de softwares livres existentes. A ideia agora é evoluir isso para que se possa ser utilizada como metodologia de ensino nas escolas municipais da região.

A liberdade de expressão (na prática, não na teoria) trazida pela internet é especialmente importante em regiões como a Amazônia, com tanta riqueza e tão pouco cuidado. Por essas bandas ainda é muito comum a figura do coronel, que se considera dono de uma grande região, e manifesta com força bruta sua insatisfação com qualquer pessoa que levantar a voz contra seus interesses. Por isso tudo é muito legal ver blogs que começam a pautar a mídia local e incomodar esses figurões.

Pedro Jatobá resumiu muito bem a importância da criação dessa rede e desse encontro: “… assim eles vão perceber que não adianta ameaçar de morte ou intimidar uma pessoa única pessoa, como fazem. Vão ver que não é assim tão simples, pois é um movimento da sociedade…”

Anúncios
Blogosfera Santarena

Pescador de temporada

Tinha me esquecido que toda vez que venho para o Norte pego o vôo com um grupo de pescadores que tiram férias,confeccionam camisetas e bonés, e vão para a floresta passar uma temporada tomando caipirinha e falando besteira.

“Mas vale um dia ruim de pescaria do que um ótimo dia de trabalho” estampado na camiseta, bigodão penteado e lá vão eles falando alto e tirando sarro um com a cara do outro o tempo todo.

Aí fiquei imaginando o seguinte diálogo de um deles antes de sair de casa:

Mulher: Juízo lá hein, não vai aprontar..

Pescador: Imagina mulher, a gente só vai pescar e beber

Mulher: Então qual é o problema de eu ir? Adoraria ir com umas amigas e ficar no hotel.

Pescador: Lembra quando você tinha uns 13, 14 anos? Que todos os meninos da sua sala pareciam insuportáveis? Lembra como todas as brincadeiras deles pareciam sem graça e infantis?

Mulher: hmmm

Pescador: Não quero que você passe por isso novamente…

Pescador de temporada