Pra que copiar pro caderno se ela já escreveu na lousa?

Lembro bem, quando eu ainda era moleque, de pensar em como seria uma escola digital. Não do ponto de vista tecnológico, imaginando equipamentos por todos os lados, mas do ponto de vista de comportamento.

Me lembro de pensar que não faria o menor sentido copiar da lousa já que, se alguém escreveu em algum lugar, isso já poderia estar disponível para mim instantâneamente.

Ontem o Uirá passou um link de uma matéria que me fez lembrar isso. Uma escola na Australia que está usando as tecnologias digitais em sala de aula de maneira realmente inovadora.

Eles estão permitindo que os alunos façam consultas durante a prova. Não só a internet, mas inclusive via telefone.

Gostaria de assinar embaixo da justificativa da professora Dierdre Coleman:

“No mercado de trabalho, eles não vão precisar uma quantidade enorme de informação na cabeça. O que eles precisam saber é acessar a informação de todas as suas fontes de maneira rápida e verificar a confiabilidade da informação”

Eu só substituiria a expressão “mercado de trabalho” por alguma outra coisa. Afinal, esse comportamento serve pra qualquer coisa na vida hoje em dia. Desde fazer um bolo de cenoura até investir em ações.

Link para a matéria: http://www1.folha.uol.com.br/folha/informatica/ult124u436353.shtml

Leo,,

Anúncios
Pra que copiar pro caderno se ela já escreveu na lousa?