Relato Oficina de Vassouras-RJ

Na manhã do primeiro dia montamos as pastas dos participantes. Um caderninho, uma caneta, a programação, um mapinha da cidade com as indicações dos locais relacionados ao encontro e um nariz de palhaço.

Os dois ônibus que estavam vindo do Rio chegaram na hora do almoço. Todos fizeram inscrição e almoçaram, antes de dar mos início as atividades.

A tarde demos as boas vindas. Apresentei os principais objetivos do encontro e Roberta e Marcos tocaram a atividade de gestão compartilhada.

Foi bom porque no primeiro momento dessa atividade há uma boa integração entre as pessoas.

Os laboratórios já abriram a todo o vapor no segundo dia do encontro. Todos fizeram a atividade de montar o laboratório. Rádio no ar. Tudo montado.

No fim do dia o lab de vídeo já tinha sido montado, já tinham feito oficina de camera, capturado, editado e publicado um pequeno vídeo[1]!

Por outro lado poucas pessoas apareceram para a oficina Se Joga Na Rede. A ideia neste segundo dia era nivelar um pouco o conhecimento dos participantes. Os iniciantes no uso do computador foram orientados para ir para Se Joga na Rede, enquanto os outros poderiam ir para os laboratórios ou para a continuação da oficina de Gestão Compartilhada.

Infelizmente apenas cerca de 6 pessoas ficaram na Se Joga na Rede.

O laboratório Gráfico também já saiu produzindo no segundo dia. Fizeram um pequeno jornal mural [2] falando sobre a proposta de um dia de alimentação saudável proposto pela Caravana Arco Íris.

No terceiro dia fizemos de manhã o debate sobre Cultura Livre. A pergunta era: “o que estamos fazendo aqui? o que software livre tem a ver com reciclagem de lixo? o que cultura digital tem a ver com alimentos orgânicos?”.

Nos demais dias as oficinas continuaram a todo o vapor. Um grupo se reuniu para transformar o documento escrito na oficina de Gestão Compartilhada em uma performance. O Estudio Livre [3] foi apropriado por muita gente e a todo momento alguma coisa era publicada.

Destaque para o piano de chão[4][5] construído na oficina de metareciclagem.

No sábado a noite fizemos uma exibição de todos os vídeos produzidos em um telão na praça central da cidade.

No domingo de manhã encerramos com uma ótima roda de retrospectiva do evento.

Outras Atividades

A noite, depois das oficinas, aconteceram muitas coisas. Um dia houve uma mostra de vídeos que várias pessoas trouxeram – havia um cartaz nos corredores para o pessoal inscrever seu vídeo na mostra.

No primeiro dia teve uma festa com a presença de Jorge Mautner. Em outros dias houve festa no próprio local da oficina.

Além disso ainda houve muitas outras oficinas e intervenções trazidas pela Carava Arco Íris por la Paz.

A participação da Caravana Arco Íris

O pessoal da Caravana Arco Íris carrega a prática, a experiência e a vivência de muitos de uma séria de valores que são comuns a da chamada Cultura Digital. A intenção de criar um ambiente de vivência de valores como liberdade, colaboração, respeito, articulação em rede, generosidade, etc… ficou muito mais fácil com a presença da Caravana.

Presentes em todos os lugarem em todos os momentos, eles ajudaram a colcoar em prática esses valores através de um processo lúdico e, ao mesmo tempo, objetivo.

No primeiro dia tivemos um grande problema nas refeições. Com pessoas repetindo pratos antes de outras comerem e com um acúmulo gigante de pratos sujos que as mulheres da cozinha não tinham tempo de lavar. Acabou faltando prato para todos.

A partir do segundo dia a caravana passou a ajudar na cozinha e implementaram um sistema para que cada pessoa lavasse seu próprio prato. Um esquema simples, com 3 panelões de água, uns cartazes explicando como deveria ser feito, um balde para recolher o lixo orgânco (que ia para a horta) e pronto. Todos lavaram pratos. [6][7][8]

Essa foi uma das ações simples que carregam em si uma série de significados e aprendizados. Cada um lavar seu prato vai totalmente de encontro com a ideia de que o encontro é construído por todos, de que deve haver colaboração, descentraliação, etc…

Ainda na cozinha, a caravana ajudou a integrar as moças que trabalhavam o dia inteiro cozinhando e lavando. Fizeram atividades de alongamento com elas. Conseguiram, por fim, quebrar a relação, muito fácil de se criar, de serviço; de escravismo. Ficou claro para todos que as mulheres da cozinha não estavam ali para serví-los, mas estavam fazendo sua parte na contrução daquele encontro.

Membros da Caravana também participaram de todas as oficinas, trazendo sempre contribuições muito importantes.

Ainda houveram oficinas propostas e realizadas pela Caravana, como a de Tomada de decisão por Consenso, que traz uma metodologia de como gerir o poder de forma horizontal, porém ágil, organizada e funcional. Também aconteceram oficinas de Biorregionalismo, alimentação saudável, saúde, massagem, etc…

As intervenções da Caravana também foram muito interessantes. Propuseram que toda manhã houvesse uma “mística”, que compartilhasse com os participantes a realidade local de um ponto de cultura. Começaram por eles mesmos e fizeram uma encenação de como é o dia a dia deles em comunidade. No dia seguinte foi a vez de o Ponto de Cultura Tá Na Rua levar o bloca pra rua.

Palhaços e malabaristas também circulavam pelo encontro. Fazendo intervenções na hora do almoço ou na praça da cidade a noite. Sempre trazendo uma mensagem por trás da brincadeira.

O que foi bom?

. A presença da Caravana Arco Íris
. Ser em uma cidade do interior / participação dos pontos
. recorde de publicações no EstudioLivre
. muitas outras coisas…

O que precisa ajustar?

. Precisamos garantir um mínimo nivelamento entre os participantes, fazer com que quem não tem email ou familiaridade com o computador passe pela oficina de Se Joga Na Rede
. Estimular mais os projetos, que foram muito usados em Osasco e esquecidos em Vassouras

[1] http://estudiolivre.org/el-gallery_view.php?arquivoId=1566
[2] http://estudiolivre.org/el-gallery_view.php?arquivoId=1570
[3] http://estudiolivre.org/tiki-index.php?page=Vassouras+RJ
[4] http://estudiolivre.org/el-gallery_view.php?arquivoId=1666
[5] http://estudiolivre.org/el-gallery_view.php?arquivoId=1665
[6] http://www.flickr.com/photos/38712728@N00/211049671/
[7] http://www.flickr.com/photos/38712728@N00/211047939/
[8] http://www.flickr.com/photos/38712728@N00/211048768/

Anúncios
Relato Oficina de Vassouras-RJ

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s