Archive | novembro, 2004

Links relacionados

24 nov

Agumas coisas que saíram sobre a gravação do Gil

http://ecodigital.blogspot.com

http://www.softwarelivre.org/news/3330

http://banto.hipatia.info/gil/

Leo,,

Gilberto Gil viu pra crer!

20 nov

Hoje, 20 de novembro de 2004, foi um dia histórico.

bom… pelo menos pra mim.

Gilberto Gil, que, na qualidade de ministro da Cultura, está encabeçando o projeto Pontos de Cultura, pagou pra ver se os softwares livres de gravação e edição de audio e video estavam com qualidade suficiente para suprir a demanda de centenas de pontos espalhados no Brasil que utilizarão software livre para produzir músicas, videos e tudo mais.

Não que ele duvidasse, mas como pessoa inteligente que é, tinha que ver com os próprios olhos para poder sair por aí falando para todo mundo que ia colocar software livre para produção multimidia. E isso não é a toa. Não faltam pessoas que, sem o menor conhecimento, afirmam com facilidade que não existem softwares livres de qualidade para esse fim.

((parentêses))
o projeto Pontos de Cultura prevê convênios entre o Ministério da Cultura e pontos culturais espalhados no Brasil que receberão, além de uma verba semestral, um kit de produção multimídia, rodando inteiramente em software livre.

além disso, esses pontos estarão conectados entre si pela internet e compartilharão suas produções culturais atraves de uma rede p2p.
((fim do parênteses))

Lá fomos nós, responsáveis pela parte digital desse projeto. Marcamos um estúdio na Vila Madalena e recebemos o ministro para uma apresentação dos softwares de áudio e video. Cris Scabello cuidou da parte principal: a música. Mostrou o Ardour, o Rezound, Freebirth, e outros.. muito bom. O Gil curtiu muito.

Depois eu mostrei os softs de video (cinelerra e kino). E aí veio a hora H: ” Gil, queriamos te convidar agora para gravar uma musica aqui em software livre”.

E foi!. “Maquina de Ritmo” está aí. Baixe aqui! (reparem nele falando “pode usar (a música)” no final. Tá liberada!)

Eh isso aí!!!

Leo,,

Software Livre na UFSCar

13 nov

No dia 5 fomos eu, o Jean e o Jeff dar uma oficina lá na UFSCar na SEIS (semana da Imagem e do som).

O Fabiens me ligou chamando porque eu trabalhava no terceiro setor, e poderia falar sobre oportunidades de trabalho nessa área. Mas aí eu já perguntei: “tem alguém falando de software livre?”, .. er… software livre… não sei.. acho qua não. “Então eu vou”

Foi uma experiência muito boa! Chamei o Jean pra falar sobre os softwares e a prática de VJ e o Jeff foi lá falar de metareciclagem e improvisar uma burnstation ali na hora.

Falei do conceito e da história do software livre para uma platéia de umas 30 pessoas. Mostrei alguns softs de edição de audio e video e falei sobre levar esse conceito de software livre para a cultura:

Cultura Livre
essa á a grande história: Levar esse modelo de produção do software livre (pessoas compartilhando o código fonte e craindo um produto final que não pertence a ninguém, mas a todo mundo) para a cultura. Criar colaborativamente.

Depois o Jean mostrou o Gephex, software pra VJ muito legal.

Voltamos do almoço e colocamos a galera pra mexer no computador, tiramos um monte de dúvida. Foi muito legal a participação de todos. Fiquei impressionado. O Jeff queimou uns 10 CDs pra galera com algumas distros que o povo pedia. Todo mundo se empolgou!!

Show de bola! Valeu Fabiens! Valeu galera da UFSCar

Gostei de dar oficinas/palestras!

Leo,,

Debate sobre Creative Commons

6 nov

ó eu aí
Leo,,
Direito criativo e conteúdos livres
um debate sobre o uso do Creative Commons

Com o objetivo de discutir as possibilidades jurídicas trazidas pelo uso do licenciamento de conteúdo no modelo Creative Commons e suas implicações sociais, o Ponto de Cultura Vila Buarque organiza no dia 8 de novembro (segunda próxima) as 19h30, um debate com a presença de representantes das áreas de software livre, vídeo, música e cinema. O Ponto de Cultura Vila Buarque é um projeto de cultura digital selecionado pelo Ministério da Cultura ( proposto pelo IPSO – Instituto de Pesquisas e Projetos Sociais e Tecnológicos, cujo presidente é o ex-deputado Antonio Rezk e pela OBORÉ – Projetos Especiais em Comunicações e Artes, cujo diretor é o jornalista Sérgio Gomes ) que tem como proposta promover atividades culturais e sociais nas áreas de cineclube, rádioweb, vídeo, software livre e reciclagem de equipamentos de informática.

Debatedores:

Imre Simon – Professor do Instituto de Matemática e Estatística – IME / USP, Coordenador a Incubadora Virtual de Conteúdos Digitais da Fapesp

Caio Mariano - Advogado especializado em Direitos de Novas Tecnologias e Propriedade Intelectual (Sócio do Escritório Kaminski, Cerdeira e Pesserl Advogados)

Carlos Seabra - Diretor de tecnologia do IPSO, Membro da coordenação do Ponto de Cultura Vila Buarque

Fernando Yazbek - Diretor Jurídico da ABMI/Associação Brasileira de Música Independente

Leonardo Germani – Naked Pictures